O TRIBUTO

Em homenagem a lenda viva da guitarra, Eric Clapton, foi idealizado em 2015 por Mariano Gordinho, o projeto "The WhiteRoom - Eric Clapton Experience" para reverenciar sua música e sua trajetória, como  músico

e  artista.

Com início em profunda pesquisa em sua carreira e discografia,  foram realizados vários laboratórios e ensaios para selecionar o repertório, o roteiro e o caminho para interpretar suas obras.

 

A partir de memoráveis performances de Clapton, em shows como 24 Nights, One more car, One more rider e Live at the Hide Park, o Tributo reproduz de maneira contagiante a experiência de assistir ao vivo seus principais sucessos como Sunshine of Your Love, Layla, Lay Down Sally, I Shot the Sheriff, Wonderful Tonight, Bad Love e Cocaine.

 

Os Shows tem Censura Livre e são direcionados para Eventos Corporativos e Privados, Festivais  Temáticos, Teatros, Prefeituras, Estâncias Turísticas e Casas Noturnas em todo Brasil.

 

FORMAÇÃO

 

Guitarra - Mariano Gordinho

Vocal - Reinaldo Passini

Contrabaixo - Sylvio Caruso

Teclados - Eder Souza

Bateria - Paulo Parmino
 

Eric Clapton nasceu em 30 de março de 1945 na casa de seus avós em Ripley na Inglaterra. Eric cresceu acreditando que sua mãe, Patricia, era sua irmã. Seus avós nunca o adotaram legalmente, mas foram seus guardiões legais até 1963. Eric foi criado em uma família musical. Sua avó tocava piano e seu tio e sua mãe gostavam de ouvir os sons das big bands. Em 1958, o Rock and Roll explodiu para o mundo.  

 

Em seu 13º aniversário, Eric pediu um violão de presente. Ganhou um modelo barato da marca alemã Hoyer, difícil de tocar – com cordas de aço – que ele acabou abandonando.


Em 1962, pediu ajuda aos avós para comprar uma guitarra semi-acústica da marca inglesa Kay, uma copia da Gibson ES-335, após ouvir o blues elétrico de Freddie King, BB King, e Muddy Waters. No início de 1963, aos 17 anos, Eric entrou para sua primeira banda, o The Roosters. Em outubro de 1963, Keith    Relf e Paul Samwell-Smith recrutaram ele para se tornar um membro do The Yardbirds, porque Clapton era o mais falado guitarrista no circuito de Blues Londrino. Durante sua temporada com o The Yardbirds, ele ganhou o apelido, Slowhand. Em abril de 1965, John Mayall convidou Eric para participar de sua banda, os Bluesbreakers. 
 
Com este grupo, Clapton estabeleceu sua reputação como guitarrista e ganhou seu segundo apelido: "God". Esse apelido surgiu a partir da grafite de um admirador na parede de uma estação de metro de Londres que corajosamente proclamou "Clapton is God".

Depois de deixar os Bluesbreakers em julho de 1966, Eric uniu-se com Jack Bruce e Ginger Baker para formar o Cream, considerado um dos grupos de rock mais influentes da era moderna. O Cream durou 02 anos e terminou após duas apresentações históricas no Royal Albert Hall de Londres em 26 de novembro de 1968. Clapton fundou então o Blind Faith – considerado o primeiro "supergrupo" do rock – com Steve Winwood e Ginger Baker. No verão de 1970, Eric formou o Derek and The Dominos.

Com o The Dominos gravou o famoso álbum de rock, Layla and other Assorted Love Songs.  Um álbum conceitual, cuja tema girava em torno do amor não correspondido de Clapton pela esposa de seu amigo George Harrison, Patti Boyd. A banda foi a deriva após uma turnê pelos Estados Unidos. Eric então se afundou durante três anos em heroína. Ele se livrou do vício em drogas e relançou sua carreira em janeiro de 1973 com dois shows antológicos no Rainbow Theater de Londres organizados pelo seu amigo Pete Townshend da banda The Who.  Em 1974, ele reapareceu com um novo estilo de som e com o álbum 461 Ocean Boulevard. Após o 461 Ocean Boulevard, Eric se reinventou musicalmente.

 

Em 1985, Clapton encontrou um novo público depois de sua performance bombástica no concerto de caridade Live Aid.

 

Em 1992 com o lançamento do álbum Unplugged e o Grammy conquistado com o single   "Tears in Heaven” sua carreira atingiu o pico. Em 1994, Eric voltou às suas raízes de blues   com o lançamento do álbum From The Cradle. Em 2000, ele continuou seu caso de amor   com o blues quando gravou um álbum com a lenda americana, BB King. O álbum Riding   with the King foi lançado em junho e em três semanas do lançamento, ganhou o disco de   ouro. Eric também tocou em inúmeros álbuns de artistas ao longo das décadas.  

 

 

A gravação mais conhecida de todas ocorreu em setembro de 1968, quando ele tocou o   solo de guitarra na música de George Harrison "While my guitar gently Weeps" que faz   parte do Antologico  Album Branco dos Beatles.


Em fevereiro de 1998, Eric anunciou a abertura do Crossroads Centre, uma clínica de reabilitação para drogas e abuso de álcool na ilha caribenha de Antigua. Para angariar fundos para o centro criou um evento beneficente chamado Crossroads Guitar Festival  com edições em 2004, 2007, 2010 e 2013, sempre contando com a presença dos principais guitarristas de Rock do mundo.

 

Com mais de 40 anos de carreira, Eric Clapton recebeu muitos prêmios.  Foi o único artista a receber indicação tripla para o Hall da Fama do Rock and Roll – como membro dos Yardbirds, do Cream e como artista solo.  

BIOGRAFIA

Eric Clapton ganhou 18 (dezoito) prêmios Grammy.

Viva essa Experiência! 

© 2017 por PAULO LIMA. The WhiteRoom ERIC CLAPTON Experience.

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon